TelevisãoTVI

TVI segura Cristina Ferreira: comunicado arrasador

Cristina Ferreira continua a ser bastante contestada. No entanto, é ela um dos grandes focos das revistas, especialmente cor-de-rosa, que continuam a seguir tudo sobre a apresentadora e diretora da TVI. Desta vez, a revista TV 7 Dias fez uma capa arrasadora contra a Cristina Ferreira, que veio a público criticar o conteúdo. A TVI, em comunicado, apoia a sua apresentadora.

Logo na capa da revista, pode-se ler, em manchete: “Cristina Ferreira criticada e ainda mais rica. Relatos de episódios de arrogância e desprezo. Mau ambiente nos bastidores do ‘ComVida’. Ganha fortuna com a CNN. Júlia Pinheiro critica formato da rival. Tudo críticas contra Cristina Ferreira, que reagiu, no Instagram, partilhando a referida capa da TV 7 Dias.

Dizem que não devo partilhar estas capas, que lhes estou a fazer publicidade, que ainda vendem mais assim. Pois… mas já chega. Cansa. E o que é que se pretende? E há alguma punição? O estatuto de figura pública deve permitir estas acusações? Imaginem-se durante meses, anos, a conviver com isto. Fui eu que escolhi esta vida? Fui. Se isso justifica este tipo de agressão? NÃO. Tenho pena. É triste“, protestou a apresentadora no Instagram.

https://www.instagram.com/p/CPaE6hZBgMn/

Mais tarde, foi a vez da TVI reagir com um comunicado arrasador contra esta mesma capa da revista TV 7 Dias e nega existir o citado mau ambiente no canal:

“A TVI repudia a notícia de capa de hoje da revista TV 7 Dias baseada em pretensas fontes do canal as quais insinuam o mau ambiente que existe entre a direção de entretenimento e os colaboradores da estação. Estas notícias são fruto de uma campanha negra orquestrada por “fontes” cujo objetivo visa a destruição do bom nome, reputação e projetos que esta Direção tem tomado nos últimos 8 meses.

Mais se lamenta que a revista TV7Dias, pertencente ao grupo Impala, alimente e promova notícias totalmente falsas baseadas em fontes que nunca são identificadas, nem o podem ser, porque tudo o que lá vem referido, são factos falsos, inventados e ficcionados.

Precisamente na mesma semana, em que a Diretora de Entretenimento e Ficção da TVI é vencedora de dois prémios (um dos quais atribuído pelo grupo Impala), notamos com estranheza e perplexidade que exista uma notícia que apenas pretende difamar e camuflar os sucessos alcançados.

Por último, importa realçar como resultado do trabalho que tem vindo a ser desenvolvido por esta Direção, a consolidação e crescimento das audiências por parte da estação. De janeiro a agosto de 2020, a diferença da TVI para o principal concorrente era de 5.85% e neste momento situa-se em metade deste valor. De setembro de 2020 a maio de 2021, a diferença é de 2,18. Resultados que manifestamente contrariam a narrativa inventada na referida notícia”.

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo