Famosos

O sofrimento da cadela de Rogério Samora, que anseia que ele regresse a casa

Rogério Samora, para quem segue o actor, sabe que ele não se cansa de gabar a sua Roca, cadela que o acompanha há vários anos. “Ela não ladra”, dizia orgulhoso. “Não me canso de amar esta cadela”.

Recorde-se que o actor gravava uma cena para a novela ‘Amor, Amor’, quando desfaleceu e teve de ser reanimado, sendo que foram longos minutos(cerca de 15) que esteve em paragem cardio-respiratória. A situação é muito complicada.

Quem certamente aguarda com ansiedade pelo seu ‘dono’ é Roca, uma pastora alemã que vive há vários anos com o ator no sopé da Serra de Sintra, e Roca, é precisamente em homenagem ao Cabo da Roca que fica ali perto.

São várias as fotos que Samora partilhou com a amiga. E fazia questão de a gabar:”Ela não ladra, esta cadela é um espetáculo, não ladra” dizia orgulhoso. Nas legendas das fotos também não escondia a admiração e o amor pela bicha: “Raio da cadela, é linda! Não me canso de a olhar… e de… a amar!”, escreveu numa publicação em dezembro de 2019, a poucos dias do Natal.

“A minha cadela é um doce, só é um pouco teimosa. É ciumenta e possessiva, como as gajas”, brincou Rogério, no ano passado, em conversa sobre a Roca.

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo